Consórcio tem alta de 10% em créditos liberados no 1° semestre de 2014

logoAbac

No primeiro semestre deste ano, o Sistema de Consórcios registrou crescimento de 10,8% no total de créditos liberados ao mercado. Foram R$ 18,4 bilhões contra R$ 16,6 bilhões do ano passado. O volume, decorrente do aumento das contemplações nos setores de veículos automotores, imóveis, eletroeletrônicos e serviços, totalizou 667,6 mil unidades (jan-jun/ 2014), e é 10% maior que as 606,9 mil verificadas no mesmo período de 2013. 

Paralelamente, segundo a assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, o total de participantes ativos bateu novo recorde e chegou a 5,94 milhões (junho/2014), 8,6% mais que os 5,47 milhões do mesmo mês, há um ano.

As vendas de novas cotas tiveram queda de 10,2%, retraindo-se de 1,27 milhão (jan-jun/2013) para 1,14 milhão (jan-jun/2014). Como conseqüência, os créditos comercializados também apresentaram decréscimo. Baixaram de R$ 40,8 bilhões (jan-jun/2013) para R$ 36,8 bilhões (jan-jun/2014), com redução de 9,8%.

Ao comentar o desempenho do mecanismo, Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, destacou que “se por um lado, o Sistema de Consórcios injetou mais de R$ 18 bilhões de reais no mercado em seis meses, possibilitando aquisição de bens e contratação de serviços pelos consorciados contemplados, por outro, em razão do menor número de dias trabalhados, sejam por férias, feriados, fins de semana prolongados ou emendas, ou ainda pelas paralisações em dias de jogos da Copa do Mundo, as novas adesões acumuladas apresentaram baixa. Entendemos, no entanto, que a confiança e o planejamento do brasileiro têm propiciado qualidade nas vendas. Isso tem sido um dos principais aspectos observados e que permitem projetar continuidade no aumento no total de participantes no segundo semestre”.

ANÁLISE REVELA QUE CRESCIMENTO PODERIA TER SIDO MAIOR

No primeiro trimestre do ano, as vendas de novas cotas anotaram quedas sucessivas, causadas pelo menor número de dias úteis trabalhados, com a média diária ficando em 10,2 mil unidades. Já no segundo, com mais feriados, fins de semana prolongados, emendas e jogos da seleção brasileira, a média diária ficou menor em 8,8%, com 9,3 mil cotas.

Apesar dessa diminuição, as vendas diárias de maio foram superiores às de abril em 4,8%. Em junho, com apenas dezesseis dias trabalhados, a média diária subiu para pouco mais de 10 mil unidades.

“A recuperação ocorrida nos últimos três meses do semestre apenas atesta que a soma das novas cotas comercializadas poderia ter sido maior se tivéssemos mais dias úteis”, complementa Rossi.
tabela-abac

QUASE SEIS MILHÕES DE CONSORCIADOS

Faltando menos de sessenta mil consorciados para o Sistema de Consórcios atingir seis milhões de participantes ativos, o mecanismo tem se mostrado como opção vantajosa quando o consumidor se planeja e busca realizar seus sonhos pessoais, familiares ou empresarias. Ao preservar suas finanças, sem endividamentos com altos custos, pode, por meio do consórcio, poupar com o objetivo definido, em médio e longo prazos.

Ao demonstrar consciência em assumir novos compromissos financeiros, o brasileiro tem analisado seu orçamento doméstico, sendo mais seletivo para responder por novos comprometimentos. Ao lembrar que a educação financeira, divulgada pelos meios de comunicação e que passa a ser difundida às crianças nas escolas, tem surtido efeito em casa, o presidente da ABAC comenta que “tais atitudes estão se tornando hábito apontando para novos comportamentos pessoais e familiares, bem como melhor administração dos recursos”.

Para facilitar o entendimento e o controle das receitas e despesas mensais em relação aos ganhos, a ABAC disponibiliza em seu site – www.abac.org.br – uma planilha inserida na cartilha “Consórcio, uma poupança programada”, que permite acompanhamento dos pagamentos e recebimentos possibilitando, assim, a tomada de decisões de investimentos sempre que o orçamento doméstico permitir. Há também mais três cartilhas sobre o uso do mecanismo.

COM MAIS LIBERAÇÕES, CONSÓRCIOS POSSIBILITAM MELHORES COMPRAS

Nos cinco primeiros meses, dados divulgados pelo Banco Central do Brasil, revelaram que as contemplações dos consórcios continuaram representando 21,1% do total de créditos liberados ao mercado para aquisição de veículos automotores, a exemplo do ocorrido no primeiro quadrimestre. Do total de R$ 59,2 bilhões, incluindo os volumes dos financiamentos e leasing, R$ 12,5 bilhões foram gerados pelo Sistema de Consórcios.

“Uma das principais vantagens da maior participação dos créditos liberados pelo mecanismo está na possibilidade dos consorciados adquirirem bens ou contratarem serviços por custos menores”, esclarece Rossi. “A autorização para utilização do valor correspondente à contemplação permite ao consumidor negociar à vista como se tivesse o dinheiro no bolso, podendo barganhar ou conseguir descontos junto ao comércio ou ao prestador de serviços. Esse poder de compra provoca o fluxo positivo de atividades nos demais elos da cadeia produtiva”, finaliza.

Fonte: Abac

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>