Como calcular se você já pode sair de casa

preview-full-2016.07.19_bike

Ir morar sozinho pode ser o sonho de muita gente, mas é preciso planejar todos os gastos antes de tomar essa decisão. Afinal, se você sair de casa achando que o seu único gasto mensal será a parcela da casa, pode acabar decepcionado e precisando de ajuda. O jeito é organizar e orçar todos os seus gastos antes de qualquer decisão, sempre mantendo um limite para emergências.

Aproveite a lista abaixo para fazer as suas contas. Mas calma. O planejamento pode levar tempo e dedicação. E mesmo que você chegue à conclusão de que não é a hora certa de se mudar, pode começar a planejar daqui a quanto tempo será possível sair de casa.

 

1. Parcela do consórcio

Quando você decide sair de casa, em um primeiro momento pode achar que o aluguel é a melhor opção em função do limite de gasto mensal. No entanto, quando você compara o valor mensal gasto em aluguel com o valor que você investiria num consórcio para ter a sua casa própria, percebe que provavelmente o consórcio é a opção mais vantajosa. Faça a sua simulação online pra comprovar: www.hsconsorcios.com.br/simulador. Nos dois casos você estará dispondo de um valor mensal semelhante, porém no segundo você estará investindo na sua casa própria. Saiba mais sobre essas vantagens aqui: http://blog.hsconsorcios.com.br/2016/05/por-que-o-consorcio-e-a-melhor-opcao-para-quem-quer-sair-de-casa/

2. Condomínio

Este valor varia conforme os recursos oferecidos pelo seu condomínio e o tamanho do seu apartamento. Se você optar por morar em uma casa, não precisa se preocupar com esse gasto. Vale conferir o que está incluso nesse valor: portaria, gás, água, garagem, etc. Outra dica: converse com os seus vizinhos para descobrir se há previsão de reformas ou consertos no condomínio nos próximos meses, o que pode resultar em cobrança de chamada extra.

3. Água, luz, gás

Esses valores variam mensalmente conforme o seu uso. Informe-se com parentes e amigos sobre o custo mensal que eles têm e faça uma média do seu gasto, sempre arredondando para cima. Afinal, se faltar será um problema, mas se sobrar, melhor.

4. Telefone, internet, televisão à cabo

Escolha um pacote dentro das suas necessidades e coloque o valor mensal na tabela. Não esqueça de considerar o custo de instalação dos equipamentos, que geralmente estão incluídos nas primeiras mensalidades.

5. Móveis, eletrodomésticos e frete

Liste todos os móveis e eletrodomésticos que você precisará comprar para suprir as suas necessidades. Cama, geladeira, fogão, micro-ondas, etc. Não esqueça de acrescentar o valor do frete ou da entrega, afinal, você não terá como carregar uma cama nos ombros.

6. Reformas

Uma casa usada provavelmente precisará de reformas. Já uma casa nova precisará de colocação de piso, pintura e outros ajustes.

7. Supermercado

Nesse item, entram todas as compras relacionadas a alimentação e limpeza. Procure se informar com amigos que já moram sozinhos para ter uma noção dos gastos mensais com supermercado. Faça cálculos realísticos, sempre arredondando para cima.

8. IPTU

IPTU é o Imposto sobre Propriedade Territorial e Urbana e é aplicado sobre todos os imóveis e terrenos. Apesar de ser um valor alto, é cobrado anualmente e pode ser diluído nos seus gastos mensais. Para isso, considere guardar o valor mês a mês e não sentir o peso do imposto de uma única vez.

9. Gastos não relacionados à casa

Além de todos os gastos acima, você deve ter em mente que suas finanças não são direcionadas apenas à sua casa. Coloque na lista todos os seus outros gastos, como transporte, lazer, saúde, viagens, etc. Lembre-se que ao sair de casa você provavelmente terá que abdicar de muitas vantagens.

10. Reserva

Imprevistos acontecem e preços sobem. Por isso, é essencial que você acrescente uma reserva nos seus cálculos.

Agora que você sabe todos os custos de morar sozinho, é só colocar os números na ponta do lápis. Faça seu planejamento com calma e pense em mudanças futuras, não imediatas. Se você trocar a ideia do aluguel pelo consórcio, por exemplo, pode ter que esperar um pouco mais para sair de casa, mas você estará indo para a sua casa própria e poderá riscar o aluguel dos gastos. Venha conversar com nossos corretores para entender todos os passos do consórcio: www.hsconsorcios.com.br

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>