Arquivos diários: 15/07/2019

HS_card_10-07

Planejamento financeiro: 5 dicas valiosas para a organização dos jovens

A educação financeira é um tema muitas vezes subestimado pelas pessoas, apesar de ser essencial para o crescimento dos jovens. A fase da juventude é o momento em que se decide ou se começa a pensar no futuro. O primeiro emprego, a faculdade ou curso técnico e a construção de uma carreira profissional, permeiam as decisões do rumo que se deseja seguir.

Naturalmente complexa, a fase da juventude é onde temos que começar a lidar com as questões financeiras e controle do seu próprio orçamento. Por este motivo indicamos que quanto mais cedo os pais envolvam os filhos nas questões financeiras da casa, mostrando como  funciona, quais os cuidados se deve ter e dando inclusive uma mesada, mesmo que seja um valor irrisório de acordo com as condições da família, antes ele vai ter noção do controle financeiro.

E porque isso é importante? O planejamento financeiro desde cedo, permite que os investimentos de médio e longo prazo possam ser realizados mesmo em uma fase da vida que geralmente se ganha pouco. Quanto mais cedo a pessoa aprende a lidar com as finanças, mais chances existem de garantir um futuro melhor.

 

Confira as dicas e comece o seu planejamento financeiro hoje mesmo!

 

  1. Faça uma lista dos seus gastos

Ter controle de como você está gastando o dinheiro e se ele está sendo aplicado de forma inteligente, é o primeiro passo para um planejamento financeiro eficiente. Você pode usar um caderno para anotar as despesas, uma planilha no excel ou até mesmo fazer uso de aplicativos que ajudam a controlar os gastos mensais. Registre o valor da sua renda mensal e vá anotando todas as contas pagas distinguindo as contas fixas como internet, por exemplo, dos supérfluos.

Todos os gastos como estudo, transporte e  alimentação também devem estar lançados no seu controle mensal, pois desta forma é possível analisar para onde o seu dinheiro está indo, de que forma é possível economizar e planejar os investimentos futuros.

 

  1. Corte gastos desnecessários

Faça uma análise da forma como você está gastando o seu dinheiro. Será que aquele lanche que você compra na faculdade não pode ser levado de casa? Uma marmita para as diferentes refeições ao longo do dia é uma excelente forma de economizar dinheiro.

Reveja seus planos de internet, telefone e outros gastos mensais. Você realmente precisa de determinado plano ou pode diminuir? Faça este questionamento para todos os gastos e pense formas de diminuí-los.

 

  1. Faça um planejamento

Agora que você já está controlando os seus gastos, é hora de planejar o que você vai fazer com o dinheiro. Se você tem dívidas ou prestações para se livrar, coloque no seu planejamento o tempo que vai levar para quitar as contas. Muitas pessoas se perdem em pequenas prestações e ao finalizar uma ao invés de guardar o dinheiro para investir nos seus objetivos, acaba fazendo novas contas com o dinheiro que “sobrou”.

Para que o planejamento financeiro dê certo, é essencial cortar gastos, mas isso não significa que você precisa diminuir sua qualidade de vida ou parar de se divertir, muito pelo contrário. O gasto pensado evita desperdícios e faz com que você gaste dinheiro no que realmente importa, como conquistar seu primeiro carro, ou começar a pagar uma casa ou apartamento.

 

  1. Defina metas para curto, médio e longo prazo

O que você deseja para daqui a 6 meses, 5 e 10 anos? Defina no papel as suas metas, e a forma como você deseja conquistá-las. Ao longo do tempo seus objetivos podem ser reajustados (sempre para melhor), mas nunca esquecidos ou deixadas de lado. Estabeleça o valor necessário e o tempo que você vai levar para atingir determinada meta.

Caso você tenha dificuldades para guardar dinheiro por conta própria, ou fica insatisfeito com o rendimento de uma poupança, o consórcio é a melhor forma de atingir seus objetivos seja para a compra de um imóvel, veículo ou como um investimento para outras conquistas. Com as facilidades da HS Consórcios, é possível ainda pagar apenas meia parcela até a contemplação o que não compromete toda a sua renda e você não precisa dar entrada. Assim, desde cedo, é possível pensar nos investimentos a longo prazo. Para fazer uma simulação ou falar com um dos nossos corretores autorizados, clique aqui.

  1. Guarde dinheiro e invista

O termômetro do sucesso do seu planejamento financeiro vai ser determinado se ao fim do mês, você tiver conseguido quitar todas as suas contas e despesas pessoais e ainda tiver sobrado uma reserva de dinheiro. Esta reserva pode ser usada em caso de imprevistos ou para investimentos futuros, pois ainda que você ache que seja cedo demais para pensar em uma aposentadoria, a gente já adianta que não é! Quanto mais cedo você começar a pensar nisso, mais fácil será chegar nessa fase da vida com tranquilidade financeira.

 

Gostou das dicas? Compartilhe com os seus amigos e não esqueça de fazer uma simulação no site da HS Consórcios!