Arquivos mensais: novembro 2020

HS_lauda_23-11

8 motivos para comprar uma chácara

O ano de 2020 se tornou propício para alimentar o desejo de ser proprietário de um refúgio. Afinal, ter um local para relaxar e buscar mais qualidade de vida, com o espaço que você sempre sonhou pode ser muito legal. Se você está pensando em comprar uma chácara, confira as nossas dicas e resolva de uma vez por todas.

  1. Ajuda a fugir da rotina

Um dos principais motivos exaltados por quem compra uma chácara, é poder sair da rotina agitada do dia a dia. Ter um lugar seu, com as suas coisas, mas com a possibilidade de passar o final de semana, feriado ou até das férias em meio a calmaria é o desejo de muitos, especialmente para quem mora em apartamento ou não possui um pátio com espaço suficiente para atividades ao ar livre. Além disso, o estresse causado pelo trabalho e pelo trânsito diário, já seria argumento suficiente para quem gosta de ficar em lugares mais isolados.

  1. Fonte de renda extra

Você nem imagina quantas pessoas estão dispostas a passar um final de semana em meio a tranquilidade, e uma opção viável para quem é proprietário de chácara, é alugar para finais de semana. Com aplicativos como o Airbnb, por exemplo, você pode disponibilizar a sua casa, garantindo assim uma graninha extra no final do mês. Além disso, o dinheiro pode ser uma fonte de ajuda para a manutenção do local, evitando assim, pesar no seu bolso. Outra forma de obter renda é através de atividades agropecuárias, como a criação de animais e plantações. É claro, que isso demanda mais tempo e dedicação, mas pode ser uma boa opção até mesmo para a sua aposentadoria.

  1. Praticar os seus hobbies

Além de ser um excelente lugar para receber os amigos e familiares, você ainda pode colocar em prática os hobbies que sempre teve vontade de fazer. Leitura, jardinagem, criar animais, ter uma horta, nadar e até mesmo dedicar-se a culinária. Basta adaptar o local de acordo com a suas vontades.

  1. Ter mais privacidade

A privacidade é mais um dos motivos para ter uma chácara. Além dos vizinhos estarem mais distantes, e pode ainda realizar às suas comemorações sem incomodar os demais a sua volta.

  1. Você pode personalizar a seu gosto

As casas de campo costumam fugir dos padrões da cidade. Cabanas, chalés de madeira e casas no tamanho e formato que você quiser. Ao contrário da cidade onde você precisa projetar de acordo com os limites do seu terreno, o espaço na chácara traz novas possibilidades. Além da casa, se você sempre sonhou com um jardim bonito e arborizado, essa é a sua chance. E que tal um lago de carpas? Basta imaginar, planejar e colocar as suas vontades em prática.

  1. Você pode usar quando quiser

Ao contrário de ir até um hotel fazenda, a chácara é sua e você pode aproveitá-la quando quiser. Sendo proprietário, fica a seu critério, quando ir, sem a necessidade de grandes planejamentos e economizando em outros gastos que você teria.

  1. Você pode ter a sua horta

Ter uma horta própria pode ser um hobbie, mas também pode ir muito além disso. Para quem busca uma vida mais saudável, plantar os seus próprios alimentos, sem agrotóxicos e da forma mais natural possível, é uma grande ideia. Afinal, você pode inclusive, colher no final de semana e consumir ao longo da semana com a sua família em casa, garantindo uma alimentação mais saudável e menos gastos com mercado.

  1. Liberdade de uso

A oitava dica reúne todas as outras para afirmar que comprar uma chácara ou sítio é garantia de liberdade para fazer o que quiser. Basta escolher o local adequado às suas vontades. Quer uma vista bonita? Sempre sonhou em ter uma açude? Escolha o lugar que atende às suas vontades e seja feliz!

Gostou das dicas? Você sabia que pode adquirir a sua chácara com o consórcio? Acesse o nosso site e faça uma simulação https://hsconsorcios.com.br/

HS_lauda_09-11

Black Friday: Aproveite os descontos de forma inteligente

A Black Friday é uma data de origem americana que abre a temporada de compras de natal. No Brasil ela foi adotada há alguns anos pelo varejo com o objetivo de alavancar as vendas no período. Infelizmente, algumas empresas se aproveitam do período para lançar descontos enganosos e aumentam os preços semanas antes para então baixar no período de promoção. Mas aí você se pergunta, como fazer para não cair em uma furada? Se você está namorando há tempos aquele eletrodoméstico ou outro objeto de seu interesse, confira o nosso artigo com dicas para não cair em uma roubada e estragar o seu planejamento financeiro.

 

  1. Acompanhe os preços

Caso você tenha intenção de comprar algum eletrodoméstico ou outro item, passe a acompanhar os preços em sites por pelo menos dois meses antes da Black Friday. Isso vai servir de termômetro para saber os preços e se os descontos são “reais”. Uma forma prática de acompanhar, é usar sites que comparam preços como Buscapé e Zoom. Além de criar alertas, com eles, você tem um parâmetro geral dos valores entre as lojas.

  1. Verifique se a loja é confiável

Além de acompanhar os preços, fique de olho em sites confiáveis. Apesar de ser um período com bons descontos, desconfie de preços “milagrosos”. Para saber se o site é confiável, verifique se ele possui o certificado SSL que protege os dados dos usuários. O site deve possuir o S após o HTTP formando HTTPS, isso garante que o site usa uma conexão segura com servidor. Fique atento às dicas:

  • Confira o domínio e a URL

  • Pesquise a reputação e histórico do site

  • Busque por selos de segurança

  • Consulte a política de privacidade

  • Confirme as informações de contato

  • Proteja-se de vírus

Mesmo sites que aparentemente são de grandes cadeias varejistas podem ser fraudes, por isso verifique o domínio do site e o seu layout como um todo. Confira se não existem erros de português e desconfie de cada detalhe. Para verificar a reputação da loja, consulte sites de reclamação como o RECLAME AQUI, além de verificar as informações e avaliações no Google Meu Negócio, nos canais oficiais do Procon e nas redes sociais da empresa.

  1. Formas de pagamento

Para evitar fraudes, prefira realizar o pagamento através do cartão de crédito, mesmo que você efetue a compra no valor à vista. Caso tenha problemas com a compra, é mais fácil realizar estornos ou bloquear o pagamento. A forma de pagamento também é uma maneira de identificar sites suspeitos. Não feche a compra caso o site aceite pagamento apenas em boleto ou transferência bancária. Nestas modalidades, não é possível fazer estorno do dinheiro caso haja algum problema.

  1. Tenha foco no seu planejamento financeiro

A primeira pergunta que você deve se fazer é: eu realmente preciso deste item? Evite comprar por impulso ou apenas por estar com um bom desconto. Muitos objetos interessantes e desnecessários para você vão estar em promoção. Faça uma lista daquilo que você realmente precisa comprar, para não se endividar. Compre apenas o necessário e dentro do seu orçamento. Organize os itens da lista por prioridade, estipulando o valor máximo a ser gasto. Se encontrar uma oportunidade “imperdível”, avalie se o desconto obtido nos outros itens permite a compra.

Lembre-se: o planejamento é o segredo de boas compras e do seu futuro financeiro.

  1. Fique de olho no frete e no prazo

Compare os preços do frete e do desconto de uma loja para outra. Em inúmeros casos o desconto não compensa devido o alto valor do frete, e assim o que pode parecer vantajoso, deixa de ser no preço final. Some o valor final do produto com desconto + o frete de uma loja para outra, para que desta forma, você aproveite a compra com a certeza de um bom negócio. O prazo de entrega também deve ser avaliado conforme a necessidade do produto que você está comprando, já que, devido o volume de vendas, em algumas lojas pode demorar mais para você receber o seu pedido. Por isso, esteja atento aos prazos e monitore a entrega caso haja atrasos. É importante que os itens que serão entregues em casa estejam com a data de entrega registrada na nota fiscal do produto. Ao receber o produto, certifique-se que o item comprado esteja em perfeitas condições. Abra-o ainda na presença da transportadora responsável e, em caso de avarias, não o receba, justificando o problema ao entregador.

  1. Denuncie fraudes

Em caso de irregularidades e divergências no preço anunciado e no valor final da compra, tire um print da tela e denuncie imediatamente ao Procon. Assim, além de não cair em uma roubada, você evita que outras pessoas caiam também. Boas compras! ☺