Arquivos diários: 09/12/2020

HS_lauda_09-12

Vai viajar nas férias? Confira as dicas para fazer a revisão veicular e sair com segurança.

O final de ano está chegando, e ainda que seja um ano atípico, muitas pessoas vão pegar

a estrada para visitar seus familiares, ou para descansar alguns dias longe de casa com todos os cuidados necessários.

Na correria do dia a dia, as vezes esquecemos de ficar atentos a alguns itens do carro que merecem atenção, por isso, confira nossas dicas e viaje com a sua família em segurança!

Revisão automotiva: o que é?

A revisão veicular tem como objetivo avaliar o desempenho do carro, de forma a prevenir problemas futuros e a resolver desgastes do sistema ou das peças. Ela garante a segurança para trafegar, evitando acidentes que podem ser causados por falta de manutenção. Pode parecer besteira, mas a falta de manutenção veicular está entre os principais motivos de acidentes que podem ser causados desde pneus desgastados até falhas em sistemas de freio e direção.

Para realizar a manutenção preventiva, todos os itens do carro devem ser checados sempre que possível. Para viajar, pelo menos 7 itens devem ser conferidos para sair com segurança:

  • Alinhamento e calibragem dos pneus

Os pneus são essenciais para garantir uma boa dirigibilidade e também segurança. Mantenha a calibragem em dia, pelo menos duas vezes ao mês e determine conferências periódicas do alinhamento e balanceamento para que o desgaste ocorra de maneira uniforme. Pneus desalinhados podem “gastar” de forma irregular, diminuindo a sua vida útil.

  • Fluído de freio

O fluído de freio é responsável por transmitir a pressão do pedal até as rodas, o que significa que o nível baixo é responsável por “cortar” a comunicação do sistema, ou seja, é um dos itens de maior importância para ficar atento. A substituição do fluído é recomendada a cada 10 ou 20 mil quilômetros, fique de olho no manual do seu carro e peça sempre para o mecânico conferir o nível independentemente da quilometragem.

  • Troca de óleo

O óleo é responsável por manter o motor e suas peças lubrificadas, e atua na prevenção do desgaste, da oxidação e da corrosão das peças. Por este motivo é de extrema importância que seja sempre renovado seguindo as instruções do manual do veículo, a cada 5 ou 10 mil quilômetros. Fique atento também ao nível mínimo e troque vez sim, vez não o filtro do óleo.

  • Suspensão e amortecedores

O sistema de suspensão inclui a inspeção dos amortecedores, molas, terminais, bandejas, entre outros itens interligados. O mau estado das estradas contribui, e muito, para um desgaste mais rápido, por isso a importância dos amortecedores que são responsáveis por absorver os impactos, garantido a estabilidade do veículo e o conforto dos ocupantes. Se um dos amortecedores estiver com defeito, o ideal é que seja trocado o par, a fim de manter o equilíbrio da suspensão nos eixos.

  • Radiador

A água do sistema de arrefecimento do veículo dura em torno de 30 mil quilômetros, mas o nível deve ser conferido pelo menos a cada 15 dias. O nível da água é de suma importância para que não haja o superaquecimento do sistema. Em carros mais antigos este controle deve ser ainda maior, e caso o nível baixe com frequência, é importante levar o carro até um mecânico para identificar o problema.

  • Bateria

A bateria é um dos itens mais importantes do carro e possui um desgaste silencioso. Devido o número de itens tecnológicos nos carros novos, ela tem uma importância ainda maior, já que demanda mais energia. Verifique a carga da bateria, assim como o seu sistema periodicamente para não ficar empenhado.

  • Sistema de embreagem

A embreagem é outro item que precisa de atenção. Pedal duro, ruído excessivo e trepidação são alguns dos sinais de que o sistema de embreagem está precisando de manutenção. No dia a dia, cuide a forma como você dirige, deixar o pé levemente apoiado sob a embreagem causa um desgaste mais rápido.

 

Agora que você já sabe os principais itens a revisar, converse com o seu mecânico de confiança e realize a manutenção necessária para botar o pé na estrada.