Hs-CapaLauda

Saiba quais as consequências de atrasar a parcela do consórcio

O consórcio é a melhor opção de investimento, principalmente se você tem dificuldade em guardar dinheiro. Com o pagamento da meia parcela esse valor acaba não comprometendo o orçamento e você ainda consegue guardar uma economia que vai garantir um bem para seu futuro. Além disso, os valores e prazos são definidos a partir das suas possibilidades.

No entanto, eventualmente podemos ser pegos de surpresa por alguma dificuldade financeira durante o período do pagamento da parcela, ocasionando a inadimplência.

Neste caso, o grupo de consorciados que desejam adquirir o mesmo bem é afetado, uma vez que os consorciados dependem uns dos outros para a compra do seu bem.

E quais as consequências que estes atrasos podem ocasionar?

Inicialmente, a inadimplência gera o pagamento de juros de 1% ao mês e multa de 2% pelo período de atraso da parcela, sendo calculado pelo valor atualizado do bem ou serviço contratado.

  • Caso a dificuldade persista e você ainda não foi contemplado, é possível baixar o valor do seu consórcio, diminuindo automaticamente o valor da parcela. Mas, se ainda assim não é mais viável manter o investimento do consórcio independente do valor da parcela, é possível também transferir o seu consórcio para outra pessoa.

  • Em situações de imprevisto, é fundamental buscar alternativas, pois a inadimplência no caso de contemplados pode ocasionar para o participante do consórcio a cobrança judicial da devolução do bem por parte da administradora, como uma maneira de quitar a dívida.

  • Caso o crédito já tenha sido contemplado, mas não tenha sido usado, o consorciado em atraso poderá ter a contemplação cancelada em Assembleia Geral.

  • Para quem ainda não foi contemplado, a falta de pagamento pode resultar na exclusão do grupo, dependendo das regras estabelecidas em contrato. Desta forma, o consorciado continuará participando dos sorteios e receberá o valor pago no consórcio, quando ocorrer a contemplação.

 

Algumas dicas para tentar evitar situações complicadas como esta, é realizar um planejamento financeiro. Planilhas ou aplicativos direcionados podem ser seus aliados para uma boa organização. Lembre-se de evitar ao máximo as dívidas, gastando menos do que o valor que você ganha. Uma reserva de emergência pode ser uma boa saída para sair do sufoco.

Por último, não esqueça: o consórcio é o seu investimento para a realização de um sonho e a garantia do seu futuro, comprometa-se com as parcelas e chegue mais perto dos seus objetivos. E ao identificar o problema, converse com seu corretor ou administradora, que estaremos dispostos a encontrar a melhor maneira de ajudar você!

 

Compartilhe

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>