Arquivos mensais: janeiro 2022

HS-capa-lauda-26-01

Educação financeira para crianças: 4 apps para aprender brincando

Se você acha que os seus filhos são muito jovens para falar sobre dinheiro, saiba que desde conversas, até as suas atitudes no dia a dia podem ajudar a desenvolver um adulto com uma atitude financeira consciente no futuro. Uma ida ao supermercado é suficiente para tocar no assunto, sobre as necessidades de compra e como as condições financeiras afetam as nossas escolhas.

A educação financeira é fundamental para que as crianças se tornem adultos responsáveis financeiramente, com visão para investimentos e poupadores por natureza. Para quem acha que esta é uma tarefa complicada, saiba que existem aplicativos lúdicos, especiais para levar o aprendizado às crianças, enquanto elas brincam.

Confira alguns dos aplicativos indicados para a educação financeira das crianças:

  1. Tindin: mesada eletrônica como ferramenta de educação financeira infantil

O Tindin Educação Financeira utiliza mesada eletrônica gamificada, ou seja, com recursos de jogos para ensinar conceitos financeiros ao público infantil. O aplicativo está disponível para o sistema Android e iOs.

Na plataforma, cada criança tem acesso a tarefas e missões delegadas por seus responsáveis. As tarefas podem ou não ser remuneradas, e seu valor é calculado automaticamente conforme o peso.

O aplicativo tem outras funcionalidades:

Carteira Digital: A carteira é onde a criança recebe o dinheiro da mesada. O saldo pode ser utilizado na Loja de Desejos, em Pagamentos via QR Code, Investimentos Lúdicos ou transferências para outros usuários;

Poupança Lúdica: Este recurso permite que a criança crie cedo o hábito de poupar. Ele permite que os responsáveis subsidiem as taxas de rentabilidade de seus dependentes.

Educação a Distância: A plataforma disponibiliza uma seleção de vídeos que abordam temas relacionados à educação financeira infantil.

Loja de Desejos: Ao trocar o dinheiro por algo desejado a criança ganha um referencial de valor monetário.

Pintura Livre: Ateliê virtual de pintura para incentivar a criatividade e iniciativa.

O aplicativo está disponível no modelo FREEMIUM, ou seja, os usuários baixam e utilizam os recursos básicos gratuitamente, podendo optar por aderir ao plano PREMIUM.

  1. NextJoy

O aplicativo do banco Next – do Bradesco – destinado a crianças, o nextJoy é uma conta digital que contém os personagens da Disney para inserirem as crianças na educação financeira. A plataforma conta recursos que ajudam a gerenciar gastos. O app está disponível no sistema iOS e Android.

O nextJoy conta com mesada programada, na qual o responsável pode agendar o valor e data para a conta dos dependentes. Tem a opção de transformar tarefas – como lavar a louça, arrumar o quarto e economizar a mesada – em missões que mostram grandes poderes aliados às responsabilidades.

A plataforma possui trilhas educacionais que são feitas por pedagogos e têm atividades para todas as faixas etárias, dos 3 aos 17 anos.

Para poder realizar a abertura de uma conta nextJoy, é necessário que o responsável pelo menor de idade tenha sua própria conta next. A conta é grátis, e depois da aprovação da conta, o cartão é enviado no próprio nome da criança.

  1. Poupadin

Já o Poupadin difere das outras plataformas por se tratar de um jogo. O Poupadin é apresentado com o formato de game para tablets Android ou PCs, cujo objetivo é ensinar educação financeira de maneira divertida e didática para as crianças.

O jogo consiste em ensiná-las técnicas básicas de finanças pessoais, tais como, montar um orçamento e planejamento adequado para iniciar uma poupança para atingir determinado objetivo.

Através do game, o avatar de cada criança deverá escolher um sonho e selecionar um valor para colocar no seu porquinho dos sonhos. É necessário completar dez rodadas para receber a mesada que corresponde a 100 dindin.

As rodadas são divididas em tarefas baseadas no cotidiano das crianças. As tarefas são divididas em quatro elementos:

Educação (corresponde aos minijogos, que precisarão ser jogados para manter o equilíbrio da mesada)

Alimentação (o avatar perderá sua energia e necessitará ser alimentado)

Saúde (poderá ficar doente, devido a má alimentação)

Conforto (existem várias opções para personalizar o quarto do avatar).

O segredo do jogo é manter um equilíbrio financeiro, em que não se pode gastar muito e nem pouco.

  1. BluBy bs2

O aplicativo do banco BS2 está disponível em sistemas Android e iOS. De acordo com a instituição, o Blu by BS2 foi desenvolvido para famílias com pré-adolescentes e adolescentes, na faixa entre 12 e 16 anos, mas pode ser usado por jovens de todas as idades.

Na plataforma há dois tipos de desafios com o objetivo de desenvolver as competências financeiras. Quando os adolescentes cumprem cada etapa, ganham medalhas e reconhecimento no painel de prêmios.

O Blu permite que o responsável programe datas e valores de mesada e o aplicativo transfere automaticamente para a conta do jovem, ou avisa se não houver saldo.

Outra ferramenta é a Reserva, uma espécie de conta separada que o adolescente ou o responsável pode criar para fazer uma poupança com objetivo específico.

Existe uma versão gratuita que dá acesso a alguns dos desafios e possibilita aos responsáveis visualizarem os prêmios e medalhas dos dependentes.

Mas existem dois planos com assinatura que dão acesso aos Desafios Financeiros e às funcionalidades da conta, como a 1ª via do cartão com o nome do dependente, a conta reserva e outros.

Gostou das dicas? Conte pra gente nos comentários como está sendo a sua experiência com a educação financeira das crianças.

 

HS-capa-lauda-12-01

8 dicas para reduzir as suas despesas fixas e investir no futuro

Equilibrar as finanças da família sem abrir mão do conforto pode ser um grande desafio! Em tempos de inflação alta é possível reduzir as despesas da casa e fazer algumas concessões, sem que você precise mudar o seu padrão de vida.

Na hora de pensar o planejamento financeiro da família, inclua todos os membros, inclusive as crianças, que vão aprender desde cedo a importância de planejar, poupar e investir.

Confira 8 dicas para reduzir as despesas fixas do seu dia a dia.

  1. Faça uma lista dos seus gastos

Ter controle de como você está gastando o dinheiro e se ele está sendo aplicado de forma inteligente, é o primeiro passo para um planejamento financeiro eficiente. Você pode usar um caderno para anotar as despesas, uma planilha no excel ou até mesmo fazer uso de aplicativos que ajudam a controlar os gastos mensais. Registre o valor da sua renda mensal e vá anotando todas as contas pagas, distinguindo as contas fixas como internet e alimentação, por exemplo, dos supérfluos.

Todos os gastos como estudo, transporte e  alimentação também devem estar lançados no seu controle mensal, pois desta forma é possível analisar para onde o seu dinheiro está indo, de que forma é possível economizar e planejar os investimentos futuros.

  1. Mantenha uma rotina

Manter uma rotina nas finanças é seguir o planejamento todos os meses, afinal, de nada adianta seguir o planejamento um mês e extrapolar no seguinte. Seja constante nos seus gastos, seguindo uma lógica que faça sentido para as suas necessidades.

  1. Corte gastos desnecessários

Faça uma análise da forma como você está gastando o seu dinheiro. Será que aquele lanche que você compra na faculdade não pode ser levado de casa? Uma marmita para as diferentes refeições ao longo do dia é uma excelente forma de economizar dinheiro.

Reveja seus planos de internet, telefone e outros gastos mensais. Você realmente precisa de determinado plano ou pode diminuir? Faça este questionamento sobre todos os gastos e pense formas de diminuí-los.

  1. Pesquise os preços

Nas despesas fixas de mercado e combustível, por exemplo, fique sempre de olho nos preços. Os supermercados costumam ter dias mais baratos de acordo com a categoria de produtos como limpeza, horti fruti e outros. Supermercados em rede também costumam ser boas opções para compras maiores, daqueles itens que têm mais uso no mês. O importante é pesquisar e considerar sempre mais de uma opção. Já para os combustíveis, algumas redes de postos usam aplicativos como forma de ofertar preços mais baixos, o que também pode ser uma boa opção na hora de economizar.

  1.   Use o cartão de crédito com sabedoria

O cartão pode ser um aliado se usado corretamente. Os programas de pontos oferecidos pelas administradoras de cartão podem ser um aliado, já que o valor acumulado ao longo do mês geram pontos que podem ser trocados por produtos, passagens aéreas, entre outros. Só não vale perder o controle e se endividar com o cartão.

  1. Repense o consumo

Desde as compras do mês, até às despesas com água, luz e combustível, é sempre possível mudar alguns hábitos para gerar um consumo mais consciente. Desta forma o combo é 2 em 1: você poupa o seu dinheiro e ainda ajuda a preservar o meio ambiente.

  1. Faça listas

Para o supermercado e qualquer outra atividade que envolva dinheiro. Anote suas compras e tarefas, desta forma é mais fácil seguir o roteiro e não sair do caminho que você planejou.

  1. Guarde dinheiro e invista

O termômetro do sucesso do seu planejamento financeiro vai ser determinado se ao fim do mês, você tiver conseguido quitar todas as suas contas e despesas pessoais e ainda tiver sobrado uma reserva de dinheiro. Esta reserva pode ser usada em caso de imprevistos ou para investimentos futuros, pois ainda que você ache que seja cedo demais para pensar em uma aposentadoria, a gente já adianta que não é! Quanto mais cedo você começar a pensar nisso, mais fácil será chegar nessa fase da vida com tranquilidade financeira.

 

Gostou das dicas? Compartilhe com a família e amigos!

Para fazer um investimento inteligente, acesse o nosso site e conheça as possibilidades de investimento com o consórcio.