Arquivos da categoria: HS DÁ A DICA

lauda2

Saiba o que é verdade e o que é mito na hora de optar pelo consórcio

O planejamento financeiro é fundamental na hora de decidir como você vai investir o seu dinheiro e muitas dúvidas podem surgir nesta hora. Saiba o que é verdade e o que é mito sobre os consórcios e tome sua decisão com segurança.

1)    Consórcio é um tipo de investimento: Verdade!

O consórcio pode ser visto como uma ótima opção para quem tem dificuldade em guardar dinheiro. Com a possibilidade de planejar o valor e a parcela a serem pagas, o investimento em longo prazo é ideal para quem quer aumentar seu capital financeiro. Com a facilidade da meia parcela que a HS oferece você não compromete o orçamento e garante ainda mais economia.

2)    Para ser contemplado o cliente conta apenas com a sorte: Mito!

Além do sorteio, o cliente pode ofertar lances com a possibilidade de antecipar a sua contemplação. As características do lance podem variar de acordo com o grupo ao qual participam. As modalidades de lances se enquadram em Livre, Limitado, Retido, Fixo e Fidelidade. Consulte seu corretor autorizado da HS Consórcios e saiba mais sobre a melhor escolha para você.

3)    Posso usar o meu carro como lance: Verdade!

Se você está pagando um consórcio para compra de bem móvel, é possível usar o valor do seu veículo usado como lance.

4)    Posso usar o meu FGTS no consórcio: Verdade!

Esta vantagem pode ser usada no consórcio de imóveis. A utilização do FGTS é autorizada como complemento ao crédito e para pagamento de lances, de acordo com as regras estabelecidas pela Caixa Econômica Federal. Consulte as regras e saiba se você se encaixa nesta funcionalidade.

5)    Posso comprar um bem de valor menor que o valor da minha carta de crédito: Verdade!

O bem a ser adquirido pode ser de menor valor. O saldo do crédito que não for usado servirá para abater o saldo devedor nas parcelas a vencer. Caso a carta de crédito tenha sido quitada, é possível solicitar o valor em espécie em um prazo de 180 dias após a contemplação.

6)    O consorciado não tem acesso às informações das assembleias: Mito!

O consorciado pode participar das assembleias, ou obter as informações na área restrita ao cliente com os dados de grupo e cota, em nosso site, ou através da nossa Central de Atendimento (51) 3564-8400.

7)   Posso quitar um financiamento com um consórcio: Verdade!

Para que seja possível cobrir um financiamento, o valor do crédito deve cobrir o saldo financiado, de acordo com as regras da administradora. É necessário consultar o banco ou instituição financeira para saber quais as regras para dar baixa no Gravame (desalienação do bem). A alienação do bem é transmitida da instituição financeira onde o mesmo havia sido financiado para a HS Consórcios, até a quitação da carta de crédito. Caso a carta de crédito tenha sido quitada, é realizada a baixa do Gravame.

8)    Financiamento é mais vantajoso que o consórcio: Nem sempre!

Devem ser levados em consideração pontos como o tempo, juros e o objetivo do investimento. O consórcio oferece vantagens por não ter cobrança de juros. São cobradas taxas administrativas que são diluídas nas parcelas e você pode programar a compra da sua casa ou carro com economia.

Como estruturar seus investimentos antes dos 30 anos

2017.06.30_HS_Crono_Julho1_Blog_Investimentos

 

Dizem que o momento ideal para começar a se planejar é antes dos trinta anos, no qual se espera estar consolidado na área profissional e sendo assim um bom motivo para já estar colhendo os resultados dos seus investimentos.

Independente da renda é possível tornar o planejamento financeiro possível na rotina. Como todos temos sonhos e objetivos, a maneira mais fácil de conquistar e mesmo com imprevistos, com um bom plano estratégico financeiro é mais fácil de se preparar financeiramente. Sem ficar vulneráveis aos riscos e mais abertos às oportunidades.

Para começar, é importante rever o padrão de consumo e decisões financeiras. Escolher um padrão de vida compatível com a sua realidade e renda.

Organizar a rotina em torno das prioridades financeiras. Metas e gastos que são realmente necessários para o seu dia a dia. Anotar todos os seus gastos, controlar extratos e notas fiscais de compras.

E criar metas de investimento são etapas mais comuns e fáceis de se organizar como uma primeira fase de planejamento financeiro. Desde aplicações financeiras até decisões de mudanças de hábitos.

 

2017.06.23_HS_Crono_Junho2_Blog

8 cuidados ao escolher seu apartamento

O momento da escolha de um novo apartamento é um passo importante a ser tomado, sendo assim temos algumas dicas para ajudar nessa nova etapa:

LOCALIZAÇÃO: é um ponto de partida importante na hora da escolha do novo apartamento. Pode até interferir no valor do imóvel, e por consequência reflete na sua qualidade de vida.

PENSAR A LONGO PRAZO: É normal pensar no agora, mas se a escolha for comprar um apartamento é importante pensar não apenas no momento atual, mas em um todo. Se o objetivo for morar muitos anos, é interessante fazer uma projeção de como será sua vida nos próximos para escolher a quantidade de quartos, por exemplo.

ILUMINAÇÃO SOLAR: Pode parecer irrelevante, mas a importância da incidência solar é interessante descobrir. Pois, apartamentos que não possuem uma boa iluminação solar, pode ocorrer tanto maior número de infiltrações, como também ser mais frio e úmido.

DECORAÇÃO: Para a grande parte das pessoas a escolha por um apartamento que já vem decorado é uma mão na roda, que não deixa de ser mais prático, principalmente para quem vai morar sozinho. Não esqueça de se informar sobre reformas.

SEGURANÇA: Se informe sobre a região que você escolher morar, taxa de criminalidade, acidentes, são cada vez mais importantes e escolha uma região que esteja voltado para o seu perfil.

ESTILO: Se você optar por um apartamento novo e fazer reformas, a escolha do estilo de decoração também faz parte do processo. Monte o seu apartamento a partir das coisas que você se identifica e fazem parte do seu estilo.

ESPAÇOS: Tenha definido quais são as suas prioridades de espaço dentro da casa. Por exemplo: ter um quarto maior, ou precisar de um escritório para trabalhar em casa e invista nessas necessidades.

CONDOMÍNIO: Na escolha de um apartamento em condomínio, verifique se os itens de lazer são de qualidade e que você precisa realmente precisa. Ainda mais na parte financeira, é importante escolher um imóvel que se adapte ao seu padrão de vida.

Aproveite para fazer uma simulação de consórcio de imóvel: http://www.hsconsorcios.com.br/simulador

 

2017.06.23_HS_Crono_Junho2_Blog

Consórcio como alternativa no período de juros e crise

2017.06.23_HS_Crono_Junho2_Blog

No último ano e nos primeiros quatro meses deste ano houve um aumento no número de consórcio de imóveis. Visto como uma boa saída para quem quer comprar e não pode pagar à vista, na qual hoje em dia é cada vez mais raro. Uma maneira de fugir das altas taxa de financiamento, e também para quem quer economizar e não perder tempo.

Acaba que decisões planejadas tem o benefício de 50% de economia ao fazer o consórcio em relação ao financiamento tradicional. Tanto para quem não pode pagar ou para quem quer economizar, o consórcio acaba sendo uma forma tradicional de alternativa em um momento de crise.

Por ter um custo menor, é uma opção mais racional pela questão de prazo, não possui juros e a flexibilidade de créditos. O consórcio se torna mais atrativa tanto para conquistar sua casa própria ou seu carro.

Você já conhece nossas condições? Saiba mais e aproveite para fazer uma simulação em nosso site: http://www.hsconsorcios.com.br/simulador

5 formas de manter o foco e conquistar objetivos

Se você está em busca de realizar o seu sonho, mas por diversos motivos ainda não conseguiu se organizar para conquistar o seu objetivo. Nós vamos te ajudar com algumas formas que vão ajudar a tornar real.

1) Fazer a tarefa mais difícil

Começar o dia eliminando do seu dia a tarefa mais complicada, passando o primeiro obstáculo, você estará livre sem impedimentos para seguir o seu dia com outras tarefas.

 2) Faça uma lista 

É uma ótima forma de registrar todas as atividades do seu dia, desde as mais complicadas até o espaço para um tempo livre. Anote tudo o que precisa ser feito e vai ser mais fácil para se organizar, priorizando atividades.

3) Divida o seu tempo

Mesmo com muitas tarefas, reserve um pequeno espaço, um intervalo para outras áreas da sua vida. Além de ajudar a contabilizar o tempo que você tem para cada tarefa, ajuda a alimentar todas as áreas da vida, não só a profissional, como a familiar e a pessoal.

4) Comemore pequenas vitórias

Encontre uma maneira de comemorar as pequenas vitórias do seu dia até chegar nas grandes conquistas. É uma boa maneira de continuar motivado e firme em seus objetivos.

5) Pratique exercício físico

O exercício físico é uma forma de manter a saúde física e emocional, além de ajudar a manter o foco. Ajuda para criar uma sensação de bem-estar que vai deixá-lo mais motivado e com a mente focada em um bem maior.

 

Saiba como declarar seu Imposto de Renda

Imposto de Renda

Desde o dia 02 de março, está aberto o prazo para a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física 2017. É importante lembrar que o quanto antes você fizer a declaração, mais cedo terá a restituição. O prazo termina em 28 de abril.

Onde declaro?

Você deve utilizar o programa gerador de declaração. Há duas opções: fazer o download no seu computador ou instalar o app, disponível para Android e iOS. Saiba mais aqui. Se você já tem o programa, basta atualizá-lo em Menu > Ferramentas > Verificar Atualizações.

É possível importar os dados da declaração passada, basta atualizar eventuais informações e registrar as novas transações.

Quem é obrigado a declarar o IRPF?

Você deve declarar o Imposto de Renda se:

  • Teve renda anual superior à R$ 28.559,70 ou recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, com soma superior à R$ 40.000,00;

  • Teve ganho de capital ou operação de bolsa de valores;

  • Optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto seja destinado à aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda;

  • Obteve renda bruta anual em atividade rural superior à R$ 142.798,50;

  • Pretende compensar no ano-calendário de 2016 ou posteriores os prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2016 – relativo à atividade rural;

  • Teve posse de bens e direitos, inclusive terra nua, de valor superior à R$ 300.000,00;

  • Passou à condição de residente do Brasil e se encontrava nesta situação em 31 de janeiro de 2016.

Leia mais no site da Receita Federal.

Caso você não se enquadre nos pontos acima; seja dependente em declaração de outra pessoa física; ou teve a posse de bens e direitos, mas tem os bens comuns declarados pelo cônjuge e valor de bens privativos que não exceda R$ 300.000,00, você está dispensado da Declaração de Ajuste Anual do IRPF 2017.

Quais documentos devo ter em mãos?

  • Informes de rendimento do empregador;

  • Informes de rendimento de bancos;

  • Informes de gestoras e corretoras;

  • Comprovantes de rendimento e pagamento de aluguéis;

  • Comprovantes de despesas médicas e odontológicas;

  • Comprovantes de despesas com educação – material escolar, atividades extracurriculares e cursos de idiomas não inclusos;

  • Carnês de contribuição ao INSS de empregados domésticos;

  • Comprovantes de processos judiciais;

  • Comprovantes de doações incentivadas.

Saiba mais aqui.

Importante: documentos apresentados na declaração do IR devem ser guardados por cinco anos, contados a partir de 1º de janeiro do ano seguinte. Se a declaração cair na malha fina, esse prazo de cinco anos é contado a partir de dois anos da data de entrega.

É possível retificar os documentos entregues?

Caso haja erros, negligência ou imprecisões, pode ser entregue uma declaração retificadora sem multa. Porém, a pessoa que o fizer ficará entre os últimos lotes de recebimento da restituição, já que a data desta última declaração se sobrepõe à original.

O que acontece se não cumprir o prazo?

Se você não entregar a declaração do IR até 28 abril, deve enviá-la com atraso e terá de pagar multa. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74 e pode chegar a 20% sobre o total devido de 2016. A multa é deduzida do valor da restituição.

Quando serei restituído?

O calendário de restituições de 2017 já foi divulgado. O pagamento será feito em sete lotes, de junho a dezembro.

  • 1º lote – 16 de junho

  • 2º lote – 17 de julho

  • 3º lote – 15 de agosto

  • 4º lote – 15 de setembro

  • 5º lote – 16 de outubro

  • 6º lote – 16 de novembro

  • 7º lote – 15 de dezembro

Sem juros, o consórcio é a melhor opção de investimento

hs_marco_blog

O boom do consórcio no Brasil começou em 2015, quando ocorreram os primeiros sinais da recessão. Com a disponibilidade baixa de crédito por parte dos bancos, o consórcio se apresentou mais atraente e acessível para quem desejava investir no seu futuro. Só naquele ano, a aquisição de bens e serviços na modalidade foi de 13,9%.

Apesar da melhora no cenário econômico, o consórcio segue uma forte opção. Graças a suas parcelas mais leves para o bolso e, principalmente, a isenção de taxas de juros, o brasileiro tem preferido apostar na categoria, o que revela uma mudança de comportamento, favorável à opção que traz menos burocracia e complicações com juros. Comparado ao financiamento, por exemplo, o consórcio apresenta economia mensal de mais de 40% do valor!

Em 2016, foram 2,04 milhões de novas cotas em todo o país. A estimativa para 2017 é extremamente positiva. Com a HS Consórcios, você se planeja, opta pelas parcelas que melhor se encaixam no seu orçamento e ainda tem a possibilidade da meia parcela e de acelerar a contemplação. Faça sua simulação conosco e dê o primeiro passo para adquirir seu bem.

 

FGTS: governo libera saque de contas inativas a partir de março

blogfgts

O saldo das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) estará disponível para saque a partir do mês de março. Os saques, organizados por ordem de nascimento, iniciam no mês de março e acontecem até julho, segundo calendário divulgado em fevereiro.

O que é uma conta inativa?

Todo contrato de trabalho tem uma conta de FGTS vinculada, onde será depositado mensalmente o dinheiro referente ao fundo. Cada contrato tem sua própria conta de FGTS. Quando o contrato de trabalho chega ao fim, os depósitos deixam de ser feitos e a conta se torna inativa – independente do valor nela contido.

Quem pode sacar?

Trabalhadores que tenham sido demitidos por justa causa ou tenha pedido demissão até 31 de dezembro de 2015.

Como sacar?

A solicitação dos saques será feita de acordo com o calendário estipulado por data de nascimento. Para sacar, o trabalhador deve ter seu número de NIS (PIS/PASEP) e senha cadastrada junto à Caixa Econômica Federal. A consulta do saldo pode ser feito no site do FGTS ou através do aplicativo.

O que posso fazer com meu FGTS?

Se você tem dívidas, pode quitar seu débito, fugindo dos juros abusivos e evitando a inadimplência. E você também pode aproveitar para utilizar esse dinheiro como um lance no consórcio, antecipando a contemplação do seu bem.

Consórcios estão cada vez mais populares e são uma boa opção de investimento. Ainda não conhece a HS Consórcios? Acesse o site, faça uma simulação e comece hoje mesmo o seu consórcio: http://www.hsconsorcios.com.br/

5 motivos para fazer um consórcio de carro

blog5motivos

Se você quer adquirir um carro e não tem condições ou interesse de pagar o valor integral imediatamente, a melhor solução para você é fazer um consórcio. Descubra cinco motivos do porque essa forma de investimento é tão interessante.

Pague menos e sem juros

Uma das principais razões que tornam o consórcio tão atraente e difundido é que não há taxa de juros. Na parcela, porém, estão incluídos a taxa administrativa e o fundo de reserva. A taxa administrativa é referente aos serviços prestados pela HS Consórcios e tem preço pré-estabelecido e sem variação mês a mês. Já o fundo de reserva é uma espécie de “seguro”, que serve para situações emergenciais durante o período de consórcio, como insuficiência financeira –  mantendo o consórcio sempre em dia.

Utilize parte da carta de crédito em despesas

Como a carta de crédito é o mesmo que pagamento à vista, você pode utilizar 10% desse valor para despesas do veículo, como o seguro e a documentação, por exemplo.

Seu carro antigo pode ser utilizado como lance

Quando você faz um consórcio, é possível acelerar a contemplação através de lances. Além dos quatro tipos de lance, de acordo com o seu contrato, você pode utilizar um veículo antigo como lance, deixando mais perto o sonho do carro 0km ou seminovo.

Tenha seu poder de compra garantido

Ao fazer um consórcio, você tem a vantagem de que a carta de crédito acompanha os reajustes de preços dos fabricantes. Assim, quando você terminar de pagar, vai estar apto a comprar o seu carro, independente do tempo de duração do investimento.

Aproveite a flexibilidade e a meia parcela

Na HS Consórcios, você tem flexibilidade e fecha um negócio de acordo com o seu orçamento. Além disso, pode aproveitar a exclusiva meia parcela durante toda a duração do consórcio.

Adquirir o carro próprio nunca foi tão fácil. Faça agora mesmo uma simulação.

Aumente seu poder de compra e potencialize o consórcio do carro próprio

bloghs1

A concessão de crédito cada vez menor tem feito com que as pessoas procurem formas alternativas de compra e investimento. Com isso, o consórcio ganha cada vez mais força: quem deseja comprar – e não sente a necessidade de ter o bem de forma imediata – aposta na modalidade. Veículos ocupam o sexto lugar no ranking de produtos financeiros procurados na internet. Por isso, decidimos por separar algumas dicas que podem te ajudar a tornar mais fácil e próximo o sonho do carro próprio.

Planeje-se: Ao comprar um consórcio, você compra uma carta de crédito. Portanto, deve-se ter em mente que o valor cobrado diz respeito ao veículo, à taxa de administração e ao fundo de reserva. A taxa de administração cobre os serviços prestados pela HS Consórcios. Já o fundo de reserva é um percentual pago na parcela que funciona como uma reserva financeira caso ocorra um nível de inadimplência no Grupo.

Aposte no poder de negociação: Uma carta de crédito é equivalente a pagar à vista. Assim, 10% dela pode ser utilizado para custos do negócio, como pagar o seguro e a documentação do veículo, por exemplo. Lembre-se que como o pagamento será à vista você tem poder de negociação, o que pode proporcionar acordos com vendedores sobre preço do carro e outras vantagens.

Acelere a contemplação: O consórcio é uma forma planejada de realizar a compra, mas você pode antecipar a sua contemplação.

Você pode adiantar sua carta de crédito com um lance – existem quatro tipos de lance, escolhidos conforme a situação do consorciado. Estes são dados em uma assembleia mensal. Além disso, você também pode utilizar um veículo usado como forma de oferta de lance para a contemplação do seu consórcio de veículos. Consulte seu corretor.

Aproveite a meia parcela: Na HS Consórcios, você tem o benefício da meia parcela – uma boa oportunidade para quem deseja investir no futuro, mas não tem poder de compra muito elevado. A flexibilidade da meia parcela se mantém mesmo depois da contemplação.

Pesquise e entenda seu consórcio: Antes de fechar o contrato, é importante pesquisar a fundo, conhecer as regras do consórcio e entender como ele funciona. Estar bem informado nesse sentido também facilitará a compra de seu veículo.

Faça hoje mesmo a sua simulação e descubra as vantagens da  HS Consórcios!